Notícias e Eventos | 
Notícias
Notícias
Observação de um grifo-de-rüppell num campo de alimentação do projecto
15 Outubro 2013


No passado dia 3 de Outubro, durante um fornecimento no Campo de Alimentação Privado de Aves Necrófagas da herdade da Contenda, no concelho de Moura, foi observado, entre 7 abutres-pretos (Aegypius monachus) e 120 grifos (Gyps fulvus), um grifo-de-rüppell (Gyps rueppellii).

Esta espécie, cuja área de distribuição é a África subsaariana, tem tido um incremento no número de registos na Península Ibérica na última década. A maior parte das observações tem acontecido em locais associados a concentrações de grifos em migração (Sagres, na costa Vicentina, e o estreito de Gibraltar, em Espanha), ou com tentativas de reprodução sem sucesso no Tejo Internacional.

Nas áreas de implementação das ações de conservação do habitat do abutre-preto do projecto LIFE Habitat Lince Abutre – as ZPEs de Moura-Mourão-Barrancos e Vale do Guadiana – foi já observado um juvenil de grifo-de-rüppell, durante as contagens de aves necrófagas decorridas no Vale do Guadiana em 2012. Contudo, nesta segunda ocasião, esta espécie foi observada e fotografada no interior de um dos campos que integram a Rede de Campos de Alimentação de Aves Necrófagas criada pelo projecto.

Com a conclusão da implementação desta Rede, tanto o grifo-de-rüppell, catalogado como “Ameaçado” ao nível mundial, como outras espécies de aves necrófagas ameaçadas que habitam a região, além do abutre-preto, espécie-alvo do projecto, poderão ter garantida a disponibilidade mínima de alimento na região sudeste de Portugal a médio e longo prazo, sendo uma garantia para a conservação destas populações.


 


Grifo-de-rüppell (Gyps rueppellii) pousado no campo de alimentação
para aves necrófagas construído pelo projecto na herdade da Contenda




 
Grifo-de-rüppell (à esquerda) e Grifo (Gyps fulvus, à direita)





Grifo-de-rüppell (Gyps rueppellii) no meio de um bando de Grifos (Gyps fulvus)