Notícias e Eventos | 
Notícias
Notícias
Participação no VIII Congresso de Ornitologia da SPEA
5 Março 2014


Decorreu em Almada, de 1 a 4 de Março, a oitava edição do Congresso de Ornitologia da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves.
Considerado o maior evento nacional de ornitologia, ponto de encontro «obrigatório» de investigadores, ornitólogos e estudantes, este encontro contou com a participação de mais de 200 pessoas.



 


E como não podia deixar de ser, também nós estivemos por lá…
Na sessão de posters, apresentámos informação sobre a população de aves necrófagas da ZPE Mourão/Moura/Barrancos e da ZPE Vale do Guadiana, recolhida durante estes últimos anos no âmbito das acções desenvolvidas pelo projecto LIFE Habitat Lince Abutre para a promoção do habitat de sobrevivência, alimentação e reprodução do abutre-preto no Sudeste de Portugal. Pode consultar o poster aqui!
Ao nível das comunicações orais, Alfonso Godino apresentou o trabalho desenvolvido pelo projecto LIFE Inovação Contra Envenenamentos em parceria com o projecto LIFE Habitat Lince Abutre e a Fundación La Contienda-Dehesa Sostenible, sobre o estudo da migração e invernada do género Gyps numa região transfronteiriça do Sudoeste Ibérico. Pode ler mais sobre esta cooperação aqui!

 



Os contributos do projecto estenderam-se ainda à comunicação apresentada por José Pedro Tavares, da Vulture Conservation Foundation, sobre ‘Comparação entre a transposição e implementação do regulamento comunitário CE 142/2011 em diferentes países e/ou regiões, e as suas consequências práticas sobre a disponibilidade de alimento para abutres e outros necrófagos – boas práticas e recomendações para a Estratégia Portuguesa para as Aves Necrófagas.’




O nosso mais sincero reconhecimento e agradecimento para todos os voluntários que têm participado nas contagens de aves necrófagas e outras rapinas ao longo do projecto, pela sua permanente e fundamental colaboração. Agradecemos ainda à Herdade da Contenda E.M. e às Águas do Alentejo pela autorização de utilização das suas instalações como pontos de observação, assim como aos fotógrafos que têm cedido excelentes fotografias e ao Dr. Pedro Rocha, pela ajuda oferecida na procura e selecção dos pontos de censo no Vale do Guadiana.